fetiche

O bobagento separou alguns exemplos dos maiores responsáveis pelo consumo de água no Brasil…

 

E quem será o maior culpado por crises hídricas ? reflitam

noite do arroto

O Clube Brasileiro do Fetiche resolveu abrir uma noite especial em sua agenda para reunir os fãs da eructifília (pessoas que sentem tesão com arroto). A procura pela internet foi tão intensa pelos convites para a ‘Noite da Eructação’ que em menos de 36 horas 400 convites foram vendidos.

A eructifília é um fetiche que tem suas raízes na antiga Mesopotâmia onde os sumérios realizavam grandes orgias sexuais as margens do Rio Eufrates e exerciam rituais de fertilização arrotando na vagina das nubentes para dotá-las do dom da vida. No Brasil a eructifília chegou com a vinda da Família Real nos idos do século XIX.

Segundo os adeptos desta prática sexual é possível ter orgasmos sem qualquer tipo de penetração, exclusivamente arrotando nas proximidades do órgão genital. Homens e mulheres praticantes da eructifília dizem que basta uma coca-cola e muita criatividade.

Ana Mara Gonçalves, de 19 anos, diz que há 3 anos descobriu o tesão que o arroto pode dar ‘depois disso nunca mais quis saber de penetração. Que bom que agora existe uma noite só para quem sabe o poder que o arroto tem’.

Os organizadores da festa vão realizar farta distribuição de coca-cola e sanduiches de mortadela para as 400 pessoas que pagaram R$ 180 por um convite. Como a eructifília não envolve penetração é permitida a entrada de menores a partir dos 16 anos. Como é o caso de Patrícia Olivetti de Gonzala que irá acompanhando os pais, ambos de 42 anos. Roger Olivelli, pai de Patrícia, diz que ‘é bom poder levar a filha num ambiente em que ela não corre riscos e pode se divertir com a família’.

Então? Gostou? Compre sua coca-cola agora mesmo e se divirta dando novos horizontes para sua vida sexual… Caso deseje ir a Festa da Eructação o Clube Brasileiro do Fetiche, o endereço é: Rodovia Anhanguera, Km 18, Osasco. A festa acontece a partir das 23h do dia 06/12/14.

VEJA TAMBÉM: Coronel da PM diz em TV que redução da maioridade penal não deve ter idade. “Se fez merda tem que ser preso em qualquer idade”

casal-namorados-cama-sexo39520

Um motel localizado na rodovia ES 010 no município de Serra-ES criou um excelente diferencial competitivo para atrair casais que possuem fetiches exibicionistas ou voyeuristas. Numa das suítes deste motel foi instalada um sistema discreto de câmeras que permite a transmissão das imagens para um canal privado que só pode ser acessado pelos clientes do motel na modalidade pay per view.

O cliente que autorizar a captação das imagens e transmissão interna passa a ser sócio do motel nos lucros da transmissão. A assinatura do canal por um período de três horas está avaliada em R$ 9,90. Deste valor o casal recebe R$ 4,90 por cada assinatura realizada durante o período em que estiver ocupando  a Suíte Big Brother.

Ao final da performance é contabilizada a arrecadação e o cliente pode obter desconto no valor da suíte e até mesmo pagar os itens que consumir. O período de 3 horas nesta suíte está avaliado em R$ 96. O casal Ana Paula (19) e Jorge Lucio (18) são os detentores do recorde de assinaturas de pay per view. Conseguiram em 6 horas a assinatura de 86 suítes aferindo um lucro de R$ 325 (já extraído o custo da suíte).

Ana Paula afirma que “num final de semana a gente consegue lucrar cerca de R$ 1000 num trabalho que nos dá prazer. Antes eu trabalhava num shopping e ganhava isso trabalhando 8 horas por dia 6 dias por semana. Agora ganho quatro vezes mais num trabalho digamos, bem mais gostoso”.

VEJA TAMBÉM: Um dos colaboradores do Bobagento estrelando um comercial de TV

maionese

Antonio Leopoldo Rodrigues da Silva, 57 anos, professor universitário e portador de um estranho fetiche sexual foi preso na madrugada do último domingo (22/09/13) no estacionamento de uma lanchonete localizada em Jardim Camburi, na capital do Espírito Santo.

Antonio que é casado e pai de três filhas viveu o constrangimento de ser detido seminu ao praticar uma parafilia bizarra que consiste na ejaculação em bisnagas de maionese disponíveis em lanchonetes. Segundo o delegado Cristiano Borges de Araújo “o meliante ejaculava nas bisnagas e ficava observando os clientes fazerem uso do produto adulterado”.

O dono do estabelecimento passou a receber muitas reclamações sobre o sabor da maionese e decidiu investigar as possíveis causas após ser advertido sobre a possibilidade de algum concorrente estar adulterando o sabor. A descoberta do modus operandi causou surpresa e indignação ao empresário que agora teme perder clientes.

Antonio já está sendo punido. As filhas (16, 18 e 21 anos) afirmaram que nunca mais querem ver o pai nem provar maionese. A esposa já entrou com pedido de separação. A faculdade o demitiu assim que soube do fato pelo noticiário. O delegado Borges de Araújo solicitou exames de saúde ao professor. Caso seja comprovada alguma doença sexualmente transmissível Antonio pode ser também indiciado por tentativa de homicídio.

Evite o uso de condimentos disponibilizados em bisnagas por bares, restaurantes e similares. Infelizmente este tipo de delito não é raro. Nas redes sociais diversos fóruns disponibilizam imagens desta prática criminosa e anti-higiênica.

VEJA TAMBÉMKid Bengala ameaça um dos redatores do Bobagento por causa de piada.