professor abusa de aluna

jessika piovani

Uma denúncia gravíssima contra um professor do curso de Pedagogia de uma renomada faculdade da Grande Vitória promete agitar os meandros jurídicos do Espírito Santo. Uma estudante que se identificou nas redes sociais como Jessika Piovani está acusando de assédio sexual e estelionato o seu ex-orientador de Trabalho de Conclusão de Curso.

Segundo a jovem estudante o professor havia proposto que se ela substituísse os encontros de orientação na faculdade por aventuras eróticas em um motel. Ele faria a monografia dela e asseguraria a aprovação com nota máxima. Após aceitar o convite que foi realizado por conversas InBox no Facebook (e que estão salvas em um dossiê) ela passou a se encontrar semanalmente com o mestre por 4 meses consecutivos.

Os dois que são casados e, portanto precisavam de álibi para justificar as ausências no lar marcavam os encontros em uma escola pública do município da Serra e de lá partiam para motéis da região em um taxi. O taxista que fazia o translado também se colocou a disposição da estudante para testemunhar contra o professor abusador.

Para a surpresa da orientanda no dia da defesa os professores convidados da banca de avaliação detectaram fragilidades conceituais e erros metodológicos na pesquisa e a reprovaram. A estudante que tem mais vinte dias para corrigir os erros e tentar uma nova defesa de TCC decidiu expor nas redes sociais o estelionato sexual que sofreu e está avisando o professor que se não for aprovada o nome dele e da faculdade estarão estampados em toda a mídia.

A estudante busca o apoio de um escritório de advocacia para ser indenizada por abuso sexual, estelionato e atentado gravíssimo contra a honra. Os interessados devem a contactar pelo perfil alternativo que a estudante criou no Facebook.

VEJA TAMBÉM: Colaborador do Bobagento em entrevista de TV