13/07 Por: em Publieditorial Comentários

Pedidos estranhos que já foram feitos para acompanhantes

No mundo das acompanhantes em BH acontece de tudo, mas bem pouco é revelado e a gente acaba imaginando coisas que não correspondem a realidade, como fantasias malucas e doentias… Só que na maioria dos casos a coisa não é bem assim.

Os homens que contratam acompanhantes geralmente só querem conhecer e transar com uma mulher bonita, que em circunstancias normais nem olhariam para eles na rua. E eles nem costumam fantasiar muito. Se tudo acontecer no mais tradicional papai e mamãe, tudo bem!

Outros gostam de conversar e desabafar com as meninas. E claro, também tem os que chegam com uma fantasia específica, uma coisa especial que eles querem muito fazer, e conversando eles acabam se entendendo com as moças!

Mas algumas dessas fantasias realmente chamam a atenção por serem estranhas. Veja os relatos de três acompanhantes que anunciam no site Garota Linda.

1. Rainha dominadora

Agora eu sou uma especialista em dominação mas quando comecei a atender como acompanhante aqui em Belo Horizonte o meu programa era bem normal, eu fazia o tipo menininha mesmo. Um dia, no meio do programa, do nada o cliente me perguntou se eu tinha levado os meus brinquedinhos, e na hora eu juro que não entendi o que ele queria.

Quando ele percebeu que eu não tinha nenhum consolo, continuou fazendo pedidos estranhos, me mandou bater na cara dele e pediu para vestir a minha lingerie, e na hora eu fiquei com medo dela rasgar, mas deixei ele usar. Ai o cara me mandou cuspir nele e falar que ele era a minha putinha. Ele falou pra eu bater na bunda dele com o meu sapato e que da próxima vez era pra eu não esquecer de levar um chicote de couro e um consolo bem grande.

Eu fiz tudo que ele pediu mas achei estranho e até engraçado, mas ele parecia uma boa pessoa então eu não parei, e até comecei a gostar de ter um homem ali, completamente submisso, pra eu fazer o que quisesse com ele. A gente se encontrou muitas vezes depois dessa, e foi com ele que eu aprendi a dominar os homens.

Depois de um tempo eu fiz um ensaio fotográfico com o tema de dominação e comecei a atender homens que gostam dessa fantasia, mas com esse cliente, na primeira vez que eu fiz isso, foi uma coisa que me impactou muito.

Laila, 28 anos.

2. Os Brioches

O mais louco de todos foi a uns 5 anos, antes de eu vir para Belo Horizonte. Ele me pediu para transar com o cachorro dele, um labrador, enquanto ele ia filmar a cena. Eu achei que fosse brincadeira mas ele ficou insistindo e eu fiquei assustada, rindo meio sem graça, tentando mudar de assunto, mas ele continuava pedindo pra eu brincar com o cachorro, ai eu falei sério com ele que não ia fazer aquilo e que não queria ser filmada, e ele aceitou, se desculpou, encheu meu copo de vinho e a gente continuou o programa normalmente.

Outro pedido bem estranho que eu recebi aqui em Belo Horizonte foi no final de um programa, quando eu comecei a me vestir. O cliente me pediu para pisar em uns brioches, pra deixar a marca dos meus pés neles, que ele ia comer aqueles brioches depois! Eu achei que fosse brincadeira, mas ele pegou os brioches, colocou na cama e segurou minha mão pra me ajudar a subir na cama e pisar neles. Foi muito engraçado, eu nunca vou esquecer dele!

Aléxia, 28 anos.

3. Salada de frutas

Sempre tem clientes que surpreendem a gente, essas coisas acontecem de vez em quando, mas por sorte eu nunca passei por nenhuma situação perigosa e nunca recebi nenhum pedido muito fora do comum, então eu não acho que vai ser interessante para quem for ler, mas a coisa mais engraçada que aconteceu comigo foi virar uma salada de frutas.

Eu fui atender um cliente e o programa foi bom, ele era bonito, divertido, legal… Mas quando eu pensei que tinha acabado e que não ia rolar mais nada, ele falou que queria colocar um morango em mim e depois comer. Pedido concedido!

Só que depois do morango ele pediu para colocar uma banana, depois colocou chantily e lambeu tudo, ai ele colocou umas uvas e depois veio com metade de um maracujá, e aquilo escorreu para a cama… E ele não parava, falou que queria comer tudo que tinha com o meu gosto.

Não acho que foi um pedido estranho, foi mais engraçado… E eu ainda rio muito quando lembro disso!

Adriana, 30 anos.

Você tem alguma fantasia incomum? Encontre uma acompanhante no Garota Linda para te ajudar a realizar!

 
09/07 Por: em Comentários

Transformers estragando seus filmes favoritos

Imagine que loco se um decepticon invadisse o filme Velocidade Máxima e acabasse com tudo, fizeram isso:

E tem mais:

 
07/07 Por: em Publieditorial Comentários

3 Garotas de programa falam sobre os homens que só querem conversar

É normal ouvir por aí que os homens casados são os principais clientes das acompanhantes. Mas será que é verdade? O que eles costumam pedir para as meninas? Quais são os desejos mais comuns? Acompanhantes que anunciam os seus serviços no site Garota Linda, garotas de programa BH, comentam o perfil dos clientes que movimentam o mercado de Belo Horizonte.

Luara, uma loira de 20 anos, Adriana Tavares, de 30, e Lorena, de 26, são três loiras maravilhosas que concordam que homens casados são os que mais contratam garotas de programa. Mas elas também desmistificam o senso comum e afirmam que eles não estão buscando só loucuras entre quatro paredes.

“Casados são maioria sim, mas nem sempre tem sexo, eles preferem conversar, desabafar, receber um carinho… As vezes até falam sobre a família e contam que gostam muito das esposas, só que, por medo ou vergonha, não conseguem falar sobre as fantasias com elas, e comigo eles falam abertamente. Muitas vezes não passa disso e o programa fica só na conversa”, conta Luara.

Falar abertamente sobre sexo, mesmo que seja em casa, com a esposa, ainda é um tabu para muita gente, e esse problema acaba movimentando o mercado das garotas de programa.

“Homem casado reclama muito que não pode fazer alguma coisa em casa, com a mulher. Mas eles sabem que a culpa não é das esposas. Eles geralmente nem tocam no assunto com elas e não deixam claro o que querem ou do que gostam. E na maioria das vezes nem é nada muito escandaloso”, revela Adriana.

A loira conta que as vezes os clientes pedem um sexo oral mais safado, ou uma posição diferente, para fugir do tradicional papai e mamãe… “As pessoas acham que eles têm fantasias doentias, mas querer sexo com mais intensidade, ou uma dominação leve não é nem um pouco doentio, são fantasias que todo mundo tem”, conclui.

Clientes fixos

Lorena segue a mesma linha e conta que na maioria, os clientes querem ter alguma intimidade com as meninas. “Eles bebem alguma coisa, relaxam, conversam, desabafam… Gostam de um papo mais íntimo, com alguma sacanagem, e as vezes isso termina em sexo, mas não é uma regra”, conta Lorena.

“Casados costumam virar clientes fixos, na cabeça deles acaba virando um relacionamento. Mas eu sempre deixo claro, e eles sabem disso, que pra mim é trabalho”, conclui Lorena.

Quer saber mais sobre essas três loiras irresistíveis? Procure por elas no Garota Linda, em Belo Horizonte!

 
09/05 Por: em Plantão Comentários

Homem ganha direito a benefício do INSS por ser corno

Um homem conhecido como Amarildo Ferreira Cavalcante, de 48 anos, ganhou o direito de receber o Auxílio-doença do INSS por ser corno. Segundo Amarildo, sua mulher já lhe traiu mais de 800 vezes, e sua vida de corno tem lhe feito passar por humilhações no trabalho, e por onde anda é motivo de piada e por isso não consegue sair de casa e andar em público.

O caso aconteceu em Marabá, Município no Pará, mas só agora foi divulgado.

Em depoimento, a esposa de Amarildo disse: “Tudo não passa de coisa da cabeça do homem, que ele bebe muito e esquece tudo que aconteceu no dia anterior, por isso as pessoas ficam lhe chamando de corno, tudo mentira, eu sou fiel e nunca traí o Amarildo”.

O caso tem causado revolta em pessoas que tiveram Auxílio-doença negado pelo INSS: “Isso mostra de fato, além de absurdo, mostra que o Brasil não é um pais sério “e nunca vai sair do buraco” acrescentou Sr. Cafuringa da Silva, que teve seu auxilio recusado mesmo estando sem uma perna.

O valor total liberado pelo INSS foi de R$1.229,00 por mês, durante tempo indeterminado. Fonte: Portal G Show.

 
28/04 Por: em Comentários

O brasileiro não domina o mundo por que não quer

Jogos de tiro pelo celular não são muito bons, mas o rapaz deu um jeito de facilitar as coisas criando um gatilho para a arma com um pedaço de arame velho e papel alumínio, genial: